Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Saúde

Terapia Comunitária é realizada semanalmente no CIAMS Pedro Ludovico

Atividade tem objetivo de acolher as pessoas que precisam de ajuda psicológica. Com músicas, palestras e diálogo, a roda de conversa é disponibilizada gratuitamente

Publicado em: 10 de março de 2020 às 15:55 | última atualização: 10 de março de 2020 às 15:55

Toda segunda-feira, às 16h, é realizada no CIAMS Pedro Ludovico uma terapia comunitária, na qual os pacientes têm palestras com psicólogos, roda de conversa e participação artística. A atividade foi criada há 12 anos pela psicóloga Jeane Das Graças Araújo Silva com o objetivo de acolher as pessoas que precisam de ajuda psicológica. Para isso, são utilizadas técnicas de conversação que centram na reflexão do sofrimento causado pelas situações estressantes do dia-a-dia, com o objetivo de possibilitar aos integrantes o conhecimento sobre os seus problemas e dar alternativas para resolvê-los.

A terapia comunitária desta semana teve como tema "O amor pela Vida", abordado pela psicóloga Daniela De Moraes Jardim. Ela acredita que falar sobre os mitos que existem ao redor do suicídio e sobre as formas de tratamento da depressão previne que esse fato ocorra. "A depressão é uma doença multifatorial e tem cura, basta fazer o tratamento e tomar a medicação de maneira correta", afirmou.

Além da palestra, a atividade contou com a apresentação do músico Carlinhos P.O. Box. Ele, que já frequentou o grupo em outras oportunidades, retornou para mostrar que a música tem o dom de ajudar as pessoas a saírem de situações difíceis.

O diretor técnico do Ciams Pedro Ludovico, Ramon Brito, explica que qualquer pessoa da comunidade pode fazer parte do grupo. "A terapia é livre e pode ser visitada por qualquer pessoa, basta chegar alguns minutos antes para fazer uma breve entrevista com as psicólogas organizadoras para que elas possam dar o melhor encaminhamento e orientação", pontua.

Paulo Victor Lima, estagiário da Diretoria de Jornalismo
Foto: Edilson Pelikano