Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Trânsito

SMT promove seminário sobre mobilidade urbana

Representantes de órgãos e entidades de trânsito e transporte da região metropolitana debateram formas de garantir a mobilidade a todos que circulam na cidade

Publicado em: 01 de outubro de 2019 às 17:57 | última atualização: 01 de outubro de 2019 às 17:58

A secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMT) promoveu hoje, 1º de outubro, o Seminário de Mobilidade Urbana Sustentável e Inclusão Social, um conceito que norteia as ações do órgão na busca de soluções para problemas que atingem a maior parte das grandes cidades: o excesso de carros, a predominância do transporte individual em detrimento do coletivo, a conflituosa convivência do automóvel com as outras formas de transporte motorizada e não motorizada e o espaço do pedestre.

Todos os projetos de mobilidade que estão sendo implantados em Goiânia nesta gestão trazem em seu bojo uma preocupação com a integração entre todos os usuários que circulam nas vias urbanas e foram pensados para suprir as atuais necessidades de alterações na malha viária, mas projetando o crescimento da cidade para as próximas décadas e as demandas de mobilidade urbana que essa expansão acarretará.

“Nós precisamos ter uma harmonia entre o automóvel, o transporte coletivo, a motocicleta, a bicicleta, o patinete e outras opções que por ventura venham aparecer. Essa é a responsabilidade da gestão pública hoje, fazer essa harmonia entre todos os veículos de locomoção. A cidade não deve ser planejada para veículos, mas para o ser humano, principalmente para o pedestre, que deve circular entre automóveis, motocicletas e bicicletas com segurança”, afirma o secretário da SMT, Fernando Santana.

O seminário reuniu diversos representantes de órgãos e entidades de trânsito e transporte da região metropolitana, que debateram temas como a mobilidade não motorizada; os conflitos na mobilidade urbana; o predomínio dos automóveis; transporte de qualidade; entre outros.

Em todos os painéis, foram debatidas formas de garantir a mobilidade a todos que circulam na capital - pedestres, ciclistas, motociclistas e motoristas - e foram levantadas propostas para a capital goiana e região. O evento foi realizado na sede do Crea de Goiás.

Andréia Bahia, da Editoria de Trânsito