Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Saúde

Saúde apresenta avanços da área à Câmara Municipal

Prestação de contas mostrou os números do segundo quadrimestre de 2019

Publicado em: 11 de março de 2020 às 17:02 | última atualização: 11 de março de 2020 às 17:18

Nesta quarta-feira (11/03), a secretária municipal de Saúde, Fátima Mrué, esteve na Câmara Municipal de Goiânia para a apresentação do relatório detalhado do segundo quadrimestre de 2019 (janeiro a agosto) à comissão de Saúde da casa.

A apresentação das informações é prevista na Lei Complementar N.º141/2012 e abrange o montante e fonte dos recursos aplicados no período, auditorias, oferta e produção de serviços públicos na rede assistencial própria, contratada e conveniada.

Os dados apresentados mostram que a Prefeitura de Goiânia aplicou de janeiro a agosto de 2019 19,02% de receita própria com Saúde, índice maior que os 15% previstos na LC 141/2012.

Desde o início desta gestão está sendo feito por meio de auditorias um controle mais rígido de todos os contratos e serviços realizados com os diversos prestadores e das demandas encaminhadas por meio de várias ouvidorias, do Ministério Público Estadual e SUS, somando até agosto 405 auditorias em 78 estabelecimentos de Saúde.

Um dos grandes destaques do relatório é a produção de serviço. A SMS realizou 102.814 internações hospitalares em 36 estabelecimentos de Saúde conveniados ao SUS. A maioria é internação para procedimentos cirúrgicos e clínicos. Desse total, 48,7% são residentes em Goiânia e 51,3% dos pacientes internados são de outros municípios. O relatório aponta ainda que quase 11 mil internações foram em UTI, sendo a maioria de moradores de outros municípios (56,8%) .

Na produção ambulatorial foram realizados mais de 11 milhões de procedimentos, principalmente para finalidade diagnóstica e clínicos. Só na Atenção Básica foram mais de 1,5 milhão.

Já os atendimentos médicos (consultas e atendimentos) realizados pelo SUS em Goiânia somam 2,202.963, sendo que mais de 1 milhão foram nas próprias unidades de Saúde da SMS. Os usuários do SUS da Atenção Básica foram os que mais utilizaram os serviços (477.091), seguidos dos usuários da atenção especializada e da urgência. Na urgência, o Distrito Sanitário Campinas –Centro registrou quase 120 mil atendimentos médicos, seguido do Distrito da região Noroeste.

Uma das áreas que mais evoluíram desde o início da atual gestão foi a Saúde Bucal. De janeiro a agosto de 2019 foram realizados 96.134 procedimentos odontológicos nas unidades da SMS.

Segundo a secretaria municipal de Saúde, Fátima Mrué, a prestação de contas é importante para garantir a transparência da atual gestão junto ao legislativo e ao cidadão goiano. “Conseguimos melhorar o serviço de Saúde da nossa capital em muitos aspectos, temos ainda muitos desafios, mas acreditamos que todas as medidas que já foram aplicadas na nossa gestão trouxeram bons resultados”.

Sirlene Mendonça, da editoria de Saúde
Foto: Marcelo do Vale