Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Mulher

Projeto “Por elas” leva cursos e palestras ao Madre Germana 2

Atividades realizadas nesta quinta-feira (10/10) marcaram o dia nacional de luta contra a violência sofrida pelas mulheres

Publicado em: 11 de outubro de 2019 às 09:36 | última atualização: 11 de outubro de 2019 às 09:36

Uma palestra para cerca de 50 mulheres no Setor Madre Germana 2, nesta quinta-feira (10/10) marcou o dia nacional de luta contra a violência sofrida pelas mulheres.

A iniciativa é do projeto "Por elas" que levará cursos e palestras uma vez por mês a várias regiões de Goiânia. As ações desta quinta provocaram reflexões sobre o empoderamento e o empreendedorismo das mulheres.

O projeto é desenvolvido pela Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres(SMPM) em parceria com o programa "Ela Pode", que tem o apoio do Google, Instituto Rede Mulher Empreendedora, Defensoria Pública do Estado de Goiás e Mulher Mais Segura.

A iniciativa tem como objetivo a valorização da vida da mulher, reforçar a capacidade da mulher em empreender, possuir independência financeira e poder de decisão sobre seus negócios e vida.

A secretária da Mulher, Ana Carolina Sousa, destacou que o intuito é conhecer a realidade das mulheres que moram em bairros afastados do centro da cidade. " Uma vez por mês a nossa secretaria estará em um bairro diferente ouvindo mulheres, oferecendo cursos e palestras para que elas possam aprender algo novo, denunciarem casos de violência e se sentirem valorizadas", comentou.

Camila de Jesus, moradora do Setor Madre Germana 2, considera a atividade importante por mostrar como as mulheres devem agir em diferentes situações, dar o apoio necessário, tanto em políticas públicas quanto na sociedade em geral.

Já Carol Prestes, multiplicadora do programa Ela Pode, disse que até o final de 2020 a iniciativa espera ter capacitado mais de 130 mil pessoas em todo o Brasil com cursos como o que foi realizado no Setor Madre Germana 2.

Luciano Joka, da Diretoria de Jornalismo