Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Direitos do Consumidor

Procon realiza palestra educativa em Escola Municipal

O evento, que faz parte da Semana do Consumidor, teve como objetivo consumo consciente. Os alunos receberam Código de Defesa do Consumidor que auxilia no entendimento sobre os direitos do consumidor

Publicado em: 10 de março de 2020 às 12:25 | última atualização: 10 de março de 2020 às 12:25

Para comemorar o Dia do Consumidor, celebrando no dia 15 de março, a gerente do Procon Municipal, Ana Paula Anjos, ministrou na manhã desta terça-feira (10/03) palestra sobre direitos dos consumidores para alunos do 6° ao 9° ano do ensino fundamental.  A atividade aconteceu na Escola Municipal Laurício Pedro Rasmussem, situada no Bairro Feliz, região Central da capital.  

Cerca de 120 estudantes conheceram o Código de Defesa do Consumidor (CDC). Os alunos também tiveram a oportunidade de aprender sobre venda casada, prazo de garantia, direito de arrependimento nas compras pela internet e foram instruídos a observar a data de validade quando forem ao supermercado comprar alimentos.

Os alunos ficaram atentos às dicas repassadas pela gerente do Procon e prometeram ensinar aos pais sobre a importância do consumo consciente. A estudante de 10 anos do 6° ano, Gabrielly Muniz, explicou que a partir de agora vai ajudar os pais quando forem ao supermercado. Ela vai ajudá-los para observarem os produtos que compram para evitarem a compra de alimentos vencidos. “Eu gostei muito da palestra. Ensinou muita coisa para gente. Acho que nunca mais vou comprar alimentos estragados”, concluiu.

 Já a estudante Nicolly Ferrão, de 13 anos, gostou muito de receber informações sobre consumo consciente. Nicolly disse que vai usar as dicas do Procon para o resto da vida. “É uma palestra muito importante para a nossa educação. Porque no futuro a gente vai ser um consumidor. Essas dicas são   muito importantes para gente saber o que deve fazer, deve comprar e como a gente vai consumir os nossos produtos”, explicou.

Para o diretor da escola, Edezio Fernandes, o projeto do Procon nas escolas contribui para formação de crianças conscientes de seus direitos e deveres na nossa sociedade. “Os alunos entenderam a importância de ficar atentos em relação à data de fabricação, validade e o estado que o produto se encontra. E também de saber que eles têm a liberdade de buscar os seus direitos na forma da lei”, argumentou.  

  Anderson Clemente, da editoria de Defesa do Consumidor