Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Direitos do Consumidor

Procon indica queda no valor da cesta básica em Goiânia

Dos 29 produtos pesquisados, o açúcar, arroz e feijão foram alimentos que apresentaram a menor variação de preço

Publicado em: 21 de novembro de 2019 às 14:52 | última atualização: 21 de novembro de 2019 às 14:59

O valor da cesta básica em Goiânia registrou queda de 6,31%, em comparação ao mês de agosto, revela pesquisa do Procon Municipal. De acordo com levantamento do setor de Pesquisa e Cálculo do órgão, o preço médio da cesta básica, que em agosto era de R$ 405,96, passou para R$ 380,34 no mês de novembro.

Os alimentos que contribuíram para a queda no valor da cesta básica foram:  açúcar (5 kg), óleo (900 ml), arroz (5 kg), leite e o feijão. O açúcar foi o produto que apresentou a menor diferença percentual no mês e em um supermercado pode custar R$ 8,79 e em outro R$ 9,49, uma redução de 7,96%. O feijão também teve a diferença de preço entre supermercados, podendo ser encontrado de R$ 4,99 até R$ 6,19, variação de 24,05%. 

No entanto, foram constatados aumentos em alguns alimentos como a batata, tomate e o pão francês. O quilo da batata inglesa apresentou uma das maiores variações de preço. Vendida por uma faixa que varia de R$ 1,18 até R$ 4,99, neste mês, o produto teve uma variação de 322 %. Em seguida vem o quilo do tomate comum, que alcançou uma variação de 213 %, que pode ser encontrado de R$ 1,59 até 4,99. E por último o pão francês, que teve um aumento de 86%. O quilo pode variar de R$ 7,99 até 14,90.

Diante da variação de preços, o Procon recomenda aos consumidores a realização de pesquisas antes de adquirir qualquer produto. O órgão alerta que os valores estão sujeitos à alteração conforme a data da compra, por conta de possíveis descontos, ofertas ou promoções.

Segundo a Gerência de Cálculo e Pesquisa do Procon Municipal, os maiores valores da cesta básica estão na cidade de Porto Alegre e São Paulo. E Goiânia ficou em 9° lugar, na comparação da cidade que tem o menor preço da cesta básica, perde para Salvador e Aracaju.  

Confira aqui a pesquisa completa 

Anderson Clemente, da editoria de Defesa ao Consumidor