Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Infraestrutura

Pavimentação do Residencial João Paulo II será concluída neste semestre

Apesar das chuvas, os trabalhos continuam acontecendo, até agora o bairro conta com 30% da pavimentação asfáltica concluída e 35% da drenagem pluvial executada

Publicado em: 08 de janeiro de 2020 às 16:27 | última atualização: 08 de janeiro de 2020 às 16:27

Iniciadas no último mês de junho, as obras de pavimentação e drenagem pluvial no Residencial João Paulo II seguem mesmo durante esse período de chuva. As obras fazem parte do programa de pavimentação dos 34 bairros a ser executado até o final deste ano.

Estão sendo pavimentadas no setor 27 ruas, numa extensão de 42.741,98 m², que contarão com 3.052,27 m de galerias de águas pluviais e toda a infraestrutura como sarjetas, bocas de lobo, poços de visita e calçadas acessíveis. Trinta por cento das obras de pavimentação e 35% da rede pluvial já foram realizadas. A conclusão está prevista para o final deste primeiro semestre.

Apesar das chuvas, que comprometem os serviços de remoção de terra, a construção da rede de drenagem está sendo executada, com os trabalhos concentrados no lançamento, composto por uma rede dupla de tubos em concreto, com diâmetro de 1,2 metros. São aproximadamente 100 metros de rede dupla que lançará todo o fluxo no Córrego Pedreira.

De acordo com o projeto, a rede conta com três grandes poços de visitas (PV) e serão feitos 80 metros cúbicos de muro em gabião. 

Expectativas
Para José de Matos, que mora na região há 7 anos, o asfalto é um sonho que está se concretizando a cada dia. “Essa obra para nós da região é muito importante, pois, definitivamente, acabará com os transtornos causados pela lama e a poeira. Acredito que com uma rede de drenagem dessa magnitude não teremos problemas com alagamentos na nossa comunidade”, comemorou.

Marciano Batista Caldas, comerciante da região, acredita que os bairros da região já estão bem valorizados por causa dos benefícios feitos pela prefeitura.  “Sabemos que os transtornos em decorrência das obras são inevitáveis, mas são passageiros. O melhor de tudo isso é ver meu bairro ganhando infraestrutura e valorizando cada vez mais”.

Guilhermino Vieira, da editoria de Infraestrutura