Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Comunicação

Obra na Goiás avança e chega ao cruzamento com Rua 4

Segundo trecho foi iniciado no dia 25 de setembro e a previsão é de que seja concluído até o dia 1 de dezembro. O secretário de Infraestrutura,Dolzonan Mattos, estará no local às 8h para atender à imprensa

Publicado em: 01 de novembro de 2019 às 22:12 | última atualização: 01 de novembro de 2019 às 22:12

Iniciada no dia 25 de setembro, a segunda etapa das obras da rede de drenagem e do corredor do BRT na Avenida Goiás, entre a Paranaíba e Anhanguera, já está com a pavimentação do corredor praticamente concluída, faltando apenas os trechos nos cruzamentos das Ruas 4 e 5. Para isso, o cruzamento da Goiás com a Rua 4 será fechado ao trânsito de pedestres e veículos a partir desta segunda-feira (4/11). Ao longo do desvio, o estacionamento de veículos ficará proibido enquanto perdurar a interdição. A previsão é de que os trabalhos nesse trecho durem 30 dias.

Concluída a construção da rede e do corredor, será executado o pavimento asfáltico destinado aos carros e ônibus comuns e, posteriormente, as calçadas e os meios-fios.

As obras da rede de drenagem na Avenida Goiás tiveram início no dia 9 de julho e 65% dos trabalhos, entre as Avenidas Independência e Anhanguera, já foram concluídos, seguindo o cronograma estabelecido pela prefeitura para a execução no sentido Norte-Sul da via.

Na semana passada, a prefeitura liberou o trânsito no cruzamento da Goiás com a Paranaíba e nesta sexta-feira (1/11) concluiu o trecho da rede entre a Goiás e a Independência, com o tráfego de veículos também já liberado.

Trânsito
O trânsito para quem segue sentido Leste-Oeste na Rua 4 será interditado na pista sentido Norte-Sul da Avenida Goiás. O motorista terá como opção pegar o desvio planejado pela SMT, virando à esquerda na Rua 6, seguindo depois pela Avenida Anhanguera, virando novamente à esquerda na Rua 8 para retomar Rua 4. Ou virar à direita e acessar a Avenida Goiás sentido Sul-Norte.

Rede de drenagem e BRT
A rede de drenagem completa tem 2,6 km e vai da Praça Cívica ao Setor Norte Ferroviário; parte integrante do complexo do BRT, e conta com orçamento na ordem de R$ 7,8 milhões. Os trabalhos de construção tiveram início em maio e, por ser o trecho mais complexo, começaram pela Rua 4, no Setor Norte Ferroviário. De lá, seguiu pela Avenida Oeste, no Setor Marechal Rondon, a Avenida Goiás, onde cruza a Avenida Independência para chegar até à Praça Cívica.

Durante as obras da rede de águas pluviais, a Avenida Goiás vem sendo requalificada e preparada para a operação do BRT, com a construção das estações de embarque e desembarque de passageiros, implantação de pavimentos rígidos e flexíveis e a completa revitalização da sinalização de trânsito – horizontal, vertical e semafórica, com semáforos inteligentes.

As calçadas estão sendo readequadas, conforme as normas de acessibilidade e arborizadas, com a troca das espécies que estiverem condenadas; uma iluminação de LED será adotada em toda a via.

O prazo para conclusão da obra, no sentido Norte-Sul, é dezembro deste ano e toda a rede, da Praça Cívica até a Rua 4, no Setor Norte Ferroviário, deverá estar pronta em agosto de 2020.

Com a rede de drenagem, a prefeitura soluciona o problema de alagamentos e enchentes em grande parte da região central de Goiânia.

O orçamento para a execução das obras nesse trecho da Goiás até a Praça Cívica é de R$ 40,575 milhões, sendo: Drenagem: R$ 7,775 milhões; Pavimento Rígido: R$ 17,194 milhões; Pavimento Flexível: R$ 3,468 milhões; Obras complementares: R$ 10,178 milhões; e Estações: R$ 1,960 milhões.

Nara Serra, da editoria de Infraestrutura, e Andreia Bahia, da editoria de Trânsito