Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Saúde

Começou a vacinação contra sarampo para público de 20 a 29 anos

Disponibilizam as doses 71 unidades de Saúde de Goiânia

Publicado em: 18 de novembro de 2019 às 16:08 | última atualização: 18 de novembro de 2019 às 16:17

Começou nesta segunda-feira (18/11) a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo.  O público-alvo da campanha é composto de adultos jovens de 20 a 29 anos de idade. Apesar de a prioridade ser essa faixa etária, quem tiver entre  seis meses e 49 anos e não tem o cartão de vacina atualizado poderá receber a dose.  

A abertura da campanha foi realizada no Centro Municipal de Vacinação e muitas pessoas já estavam na unidade logo cedo para receber esta e outras vacinas do calendário.

Pedro Henrique Crispim, 23 anos, foi um dos primeiros a se vacinar contra sarampo hoje e recebeu a primeira dose da vacina, sendo que a segunda será no dia 18 de dezembro. “Eu não tinha vacinado antes, então vim me prevenir. Acho importante porque hoje em dia quanto mais a gente tiver precaução das coisas é melhor, já fica seguro”, afirmou.

Quem também se vacinou hoje foi a trabalhadora na área da Saúde, Maria Selma Vieira. Ela reforça a necessidade de fazer a prevenção contra a doença. “A saúde é nossa maior riqueza e eu que trabalho na área vejo  o quanto é importante, porque a gente tendo saúde a gente corre atrás das outras coisas”.

Estão disponíveis 71 salas de vacina distribuídas em todas as regiões de Goiânia. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, de 8h às 17h, ininterruptamente. Quem quiser se vacinar nos finais de semana pode ir até o Centro Municipal de Vacinação, no setor Pedro Ludovico, ou até o Cais Campinas, que funcionam de segunda a domingo das 8h às 17h. Vinte e cinco mil doses foram disponibilizadas.  O Dia D da campanha será 30 de novembro, com disponibilidade para todas as faixas etárias indicadas para receber a imunização.

Em Goiânia foram registrados este ano três casos confirmados de sarampo e 21 estão em investigação.  

 Adriana Moraes, da editoria de Saúde