Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Saúde

Cais Novo Mundo já está adequado para ser UPA

Obra será entregue neste fim de semana durante o Mutirão. Usuários do SUS terão acesso à estrutura mais completa e ampliação de serviços

Publicado em: 26 de setembro de 2019 às 16:54 | última atualização: 27 de setembro de 2019 às 11:50

A reforma e a adequação do Cais Novo Mundo já estão concluídas e a obra será entregue neste fim de semana durante o Mutirão da Prefeitura na região Leste de Goiânia. A partir de agora, a unidade de Saúde poderá solicitar junto ao Ministério da Saúde a qualificação como UPA 24h Ampliada. Segundo a portaria 10/2017 do MS, que redefine as diretrizes de modelo assistencial e financiamento de UPA 24h de Pronto Atendimento como Componente da Rede de Atenção às Urgências, no âmbito do Sistema Único de Saúde, a UPA 24h Ampliada é “construída a partir do acréscimo de área com adequação física dos estabelecimentos de saúde”. A obra foi executada pela Seinfra com recursos da Prefeitura de Goiânia.

A área do Cais Novo Mundo tem 2.301 m2 e tanto a urgência quanto os ambulatórios estão recebendo várias melhorias nas salas de reidratação, enfermarias, reanimação, urgência odontológica, consultórios médicos, sala de eletrocardiograma, medicação e curativos, laboratório, classificação de risco, raio x, administração, almoxarifado,depósito de medicamentos, sala de tele agendamentos e serviço social, sala de imunização,consultórios odontológicos, escovódromo, sala de atendimento ao idoso e outras.

Para ser classificada como Porte I, foram realizadas também adequações nos banheiros PNE, aumento da área da sala de reanimação, inclusão de quarto individual de curta duração, farmácia na área de emergência, criação de uma sala de espera na urgência, criação de consultório odontológico de urgência, reforma da área de ambulância coberta, divisão da recepção em ambulatório e emergência.

Entre os atendimentos que serão ampliados estão a saúde bucal e exames. As cadeiras de odontologia passam de três para cinco, além de uma exclusiva para atendimento de urgência. "Outra novidade será a implantação do Raio X digital, que vai garantir mais qualidade da imagem , otimização do tempo com maior rapidez no envio do exame ao médico, maior segurança aos trabalhadores e usuário, já que o sistema digital não utiliza produtos tóxicos como o analógico", explica a secretária de Saúde, Fátima Mrué. .

A adequação e a reforma são as primeiras medidas tomadas para que a Secretaria Municipal de Saúde inicie o processo junto ao Ministério da Saúde solicitando a qualificação do Cais como UPA. Assim que for aprovada, a unidade recebe ainda um custeio mensal do Ministério da Saúde conforme a capacidade operacional de funcionamento. Além disso, a estrutura de atendimento passa a ser mais completa e com possibilidade de atendimentos de casos mais complexos.

“A transformação do Cais Novo Mundo em UPA vai melhorar o acesso da população à saúde pública e aumentar a capacidade de atendimento do SUS na região leste de Goiânia. Como UPA, a unidade poderá receber recursos do Ministério da Saúde e investir ainda mais na unidade. É mais uma avanço da Prefeitura de Goiânia na área da saúde", afirma Fátima Mrué.

Mais de 60 mil atendimentos em 2018
O Cais Novo Mundo é um dos nove Cais 24 horas da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia e cobre até 30 bairros da região Leste . No atendimento ambulatorial são oferecidas sete especialidades médicas, como angiologia, dermatologia, endocrinologia, ginecologia, infectologia, neurologia, pediatria, além do clínico geral.

Na unidade há ainda assistente social, auxiliar de enfermagem, cirurgião geral, enfermeiros, farmacêutico, fonoaudiólogo, nutricionista, odontólogo e psicólogo clínico. Em 2018 foram realizados mais de 47 mil atendimentos ambulatoriais, a maior parte em clínica geral e ginecologia.

Quem precisa de atendimento de urgência também tem acesso ao Cais Novo Mundo, que funciona 24 horas. Foram realizados em 2018 cerca de 14 mil atendimentos de urgência.

Adriana Moraes, da editoria de Saúde
Foto: Paulo José