Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Meio Ambiente

Após revitalização, Jardim Botânico está de cara nova

Reserva ambiental passa por reparos, resultado de parceria entre Prefeitura de Goiânia, por meio da Amma e Comurg, e Sistema OCB/Sescoop-GO. Reinauguração será neste sábado,06, a partir das 9h

Publicado em: 05 de julho de 2019 às 14:58 | última atualização: 05 de julho de 2019 às 14:58

O Jardim Botânico está de cara nova.  O local passa por processo de revitalização, resultado de parceria entre a Prefeitura de Goiânia, por meio Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) e Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), e o Sistema Organização das Cooperativas Brasileiras no Estado de Goiás (OCB Goiás) e Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo de Goiás (Sescoop-GO).

A reinauguração acontece neste sábado, 06, a partir das 9h. A comunidade terá oportunidade de usufruir do espaço, que é referência dentro das belezas naturais que Goiânia possui. São, ao todo, 43 parques espalhados por todas as regiões que preservam o meio ambiente.

O Sistema OCB/Sescoop-GO entrou com o custeio dos materiais utilizados na obra e a Prefeitura de Goiânia disponibilizou a mão de obra. O trabalho de revitalização envolve recuperação do deck, anfiteatro, borboletário, viveiro, pintura do prédio e outros estruturas. A Amma vai, posteriormente, construir no local um observatório de pássaros dentro da Ilha das Flores, que também passou por reforma.

A escolha do dia 6 de julho para a reinauguração se deu por se tratar do Dia Internacional do Cooperativismo. À comunidade serão oferecidos várias atrações e serviços por cooperativas participantes, como distribuição de fraldas pediátricas e geriátricas.

Uma unidade do hemocentro também vai ao local para coleta de sangue. A criançada será contemplada com muitas atividades. A Amma fará a distribuição de 2 mil mudas de árvores nativas do cerrado e plantas medicinais.

 Sinésio Dioliveira, da Assessoria de Meio Ambiente