Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Meio Ambiente e Urbanização

Amma e PUC firmam convênio de estágio

A instituição encaminhará ao órgão municipal alunos para cumprimento de estágio curricular obrigatório em determinadas áreas profissionais

Publicado em: 28 de fevereiro de 2020 às 08:44 | última atualização: 28 de fevereiro de 2020 às 08:44

A Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) e a Pontifícia Universidade Católica do Estado de Goiás (PUC Goiás) celebram convênio nesta sexta-feira, 28, às 11h, na sala de reunião da reitoria da instituição. No respectivo convênio, a Amma oferecerá à PUC Goiás vagas de estágio curricular obrigatório a alunos de cursos pertinentes às diversas atribuições do órgão, sobretudo na área ambiental.

"Esse convênio será de grande importância para o órgão, pois dinamizará ainda mais os serviços oferecidos", diz o presidente da Amma, Gilberto Marques Neto, ressaltando ainda que convênio também "promoverá ganho curricular aos alunos estagiários que passarem pelo órgão".  

Conforme cláusula do convênio, as vagas para o estágio obrigatório deverão ser preenchidas por alunos de Graduação e/ou Pós-Graduação da PUC Goiás e que a esta caberá desenvolver e apresentar plano de trabalho específico para cada coordenação/escola/área, descrevendo o projeto a ser executado, quantitativo de vagas, com o respectivo cronograma de atividades, em consonância com as demandas de estágio da Amma. Ficará a cargo das duas partes aprovação formal de cada plano de trabalho desenvolvido.

O presidente da Amma pretende também estender esse convênio para estudantes do curso veterinária da PUC Goiás quando a Unidade de Saúde e Bem-Estar Animal for construída. O que ocorrerá ainda neste ano, pois a reforma do espaço físico onde funcionará a unidade está em fase licitatória. E nesta também está a aquisição de materiais permanentes, como mesas de atendimento, raio-x, equipamentos veterinários entre outros e materiais de consumo: agulhas, seringas.

Sinésio Dioliveira, da Assessoria de Meio Ambiente