Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Educação

Alunos recebem presentes de ‘Papai Noel Motoqueiro’

Ação foi realizada pela Escola Municipal Coronel Getulino Artiaga em parceria com empresas e padrinhos, que adotaram as cartinhas

Publicado em: 10 de dezembro de 2019 às 12:09 | última atualização: 10 de dezembro de 2019 às 12:09

Cerca de 300 alunos da Escola Municipal Coronel Getulino Artiaga receberam na manhã desta terça-feira (10/12) presentes do “Papai Noel Motoqueiro”, numa ação do Natal Solidário, realizado pela instituição em conjunto com empresas e entidades parceiras. A ação foi realizada numa concessionários de motos, que recebeu os alunos e proporcionou a entrada do Papai Noel em uma moto.

O Natal Solidário da escola Coronel Getulino Artiaga está em sua segunda edição. O projeto consiste na confecção de cartinhas pelos educandos, nas quais fazem seus pedidos de Natal, e, após a redação, a equipe gestora da instituição se mobiliza atrás de parceiros, padrinhos e madrinhas que adotem as cartas. Neste ano, todos os alunos da escola receberam seus presentes.

A diretora da escola, Lorena Soares, contou que o projeto ganhou dimensão de um ano para o outro: na primeira edição, 2018, foram entregues 180 presentes, e em 2019 todas as crianças, dos Ciclos I e II do Ensino Fundamental e Educação Infantil, foram contempladas. “Buscamos padrinhos e parceiros para adotarem as cartinhas, que foram escritas em setembro. Nós acreditamos que a educação pública tem que ser de qualidade, por isso é importante realizar os sonhos das crianças, porque através do estímulo dos sonhos, desenvolvemos também a aprendizagem”, destacou.

Erick Ribeiro, de 9 anos, pediu dois brinquedos na sua cartinha, uma bola de futebol e brinquedos com peças de artigo militar. “Eu pedi para o Papai Noel uma bola e um conjunto de brinquedos militares. Achei muito bom! O Papai Noel é o melhor de todos, ele dá presente para todo mundo. Ele na moto foi muito louco!”, disse o pequeno, contando sobre a experiência do dia.

Núbia Alves, da editoria de Educação e Esportes
Fotos: Aline Cavalcanti