Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Educação

Aluna da rede municipal é finalista da Olimpíada de Língua Portuguesa

O concurso estimulou a produção de textos por alunos da rede pública com tema principal “O lugar onde vivo”. Aluna de dez anos é finalista na categoria Poema

Publicado em: 06 de dezembro de 2019 às 11:32 | última atualização: 06 de dezembro de 2019 às 11:32

Premiação_Prata

A aluna Maria Eduarda Azevedo da Cunha, de 10 anos, e a professora Lilian Sussuarana Pereira, da Escola Municipal Frei Demétrio Zanqueta, participam da final da Olimpíada de Língua Portuguesa (OLP) com o texto: “Quando os Ipês voltaram a florescer…” Ambas embarcam para São Paulo, onde, na segunda-feira (9/12), será realizada a final. Apenas 20 estudantes e seus professores foram selecionados entre 171.035 inscrições de todas as regiões do país.

As estudantes Ana Beatriz Costa Vinhal, 12 anos, e Maria Eduarda Azevedo da Cunha, participaram da semifinal realizada em São Paulo nos dias 28, 29 e 30 de outubro, orientadas pela professora Lilian Sussuarana, inscritas nas categorias Memórias Literárias e Poesia, respectivamente. Durante três dias, participaram de novas oficinas de texto, rodas de conversa, bate-papo com o escritor Ricardo Aleixo e atividades culturais e de integração, como a visita ao Museu Catavento.

A professora Lílian, juntamente à coordenação pedagógica e toda equipe escolar, atuou para levar informações e experiências aos alunos, levando em consideração o tema da OLP: “O lugar onde vivo”. Deste modo, foram introduzidos textos, vídeos e passeios específicos sobre a região, estado, cidade e, desta forma, preparar os alunos para essa competição. “Acreditamos no potencial de cada um e tivemos a certeza da capacidade de ganharem o concurso, pois foram bem preparados com esse objetivo”, aponta a docente.

A Olimpíada de Língua Portuguesa é realizada pelo Itaú Social e o Ministério da Educação (MEC), com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec). Conta também com a parceria da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), da Fundação Roberto Marinho e do Canal Futura. O objetivo é apoiar os professores da rede pública no aprimoramento das práticas de ensino de leitura e escrita.

Adriene Bastos, da editoria de Educação e Esporte