Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Educação

Alimentação escolar da educação municipal foi destaque em 2019

Implantação do Cartão PNAE permitiu autonomia na aquisição de alimentos e a garantia de um cardápio cada vez mais saudável

Publicado em: 09 de janeiro de 2020 às 14:34 | última atualização: 09 de janeiro de 2020 às 14:35

\g006_dvev3786GERÊNCIA DE COMUNICAÇÃO E EVENTOS - ATALHO 22018FotosCartaz do CAE-Cmei Criança Cidadã-LuizMarca d'água

A alimentação escolar da Prefeitura de Goiânia foi destaque em 2019, com a descentralização do recurso da merenda e a implantação do cartão do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), que deu mais autonomia financeira às instituições educacionais na compra dos itens e atendeu às necessidades alimentares dos alunos da rede municipal.

Com o recurso do PNAE pelo Governo Federal entregue ao município, a Prefeitura por meio da Lei 10.164, de 10 de maio de 2018, instituiu o Programa Dinheiro Direto na Escola – Pró-merenda e repassa mensalmente os recursos financeiros recebidos às unidades educacionais, incluindo as instituições filantrópicas.

Para dar agilidade na aquisição dos alimentos, a Prefeitura criou o cartão PNAE, um cartão de débito com os recursos a serem gastos. A iniciativa moderniza e dá transparência a compra e prestação de contas, além de fomentar o desenvolvimento do comércio local em torno das unidades de ensino.

De acordo com Leda Servato Gomes, diretora do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Ciranda, na Vila Maria Dilce, o dinheiro na conta sempre disponível facilita a compra e o cumprimento de um cardápio cada vez mais saudável. “Antes, havia algumas dificuldades para a aquisição e entrega dos alimentos. O dinheiro em conta permite ao Conselho gestor e a direção fazer compras semanalmente e até ampliar a variedade dos itens”, ressalta.

“Com a autonomia da compra pelo cartão PNAE, os alimentos adquiridos são fresquinhos e de qualidade, o que dá condições de atender o cardápio elaborado pelas nutricionistas da Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME). Outro ponto positivo foi a formação oferecida pela própria SME, que após orientação permitiu fazer os gastos da verba com segurança”, completa Leda.

Números
Em 2019, a Prefeitura de Goiânia serviu 46.260.936 refeições aos alunos da rede municipal, incluindo desde a Educação Infantil à Educação de Adolescentes, Jovens e Adultos (Eaja), nas 365 instituições de ensino da Capital.

Daniela Rezende, editoria de Educação e Esporte
Fotos: Luiz Fernando Hidalgo e Eulices Maria