Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Educação

Prefeitura forma profissionais da Educação em curso de Primeiros Socorros

Duas frentes atuam na Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME), que tem parceria com Samu, Corpo de Bombeiros e Sesmt

Publicado em: 18 de dezembro de 2019 às 13:18 | última atualização: 18 de dezembro de 2019 às 13:18

A Prefeitura de Goiânia, desde o início da atual gestão, tem trabalhado em favor do aprimoramento da qualificação profissional e da saúde de seus servidores. Pensando nisso, desde 2017, a Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) desenvolve projetos e formações voltadas para os Primeiros Socorros, etapa crucial para o salvamento de vidas em situações cotidianas que assumem riscos, principalmente quando se trata do cuidado com crianças.

Mas o que são Primeiros Socorros e para que servem? Os Primeiros Socorros são procedimentos primários de atendimento, prestados a uma vítima de acidente ou mal súbito, a fim de mantê-la com vida até a chegada do socorro especializado. Se tratam de manobras, avaliações das condições mentais e corporais da vítima e até tentativa de reanimação, se necessário.

Por meio de parceria com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), da Secretaria Municipal de Saúde, a SME já formou quase 300 profissionais da Educação, entre professores, assistentes administrativos, auxiliares de atividades educativas e agentes de apoio. A formação se antecipou à Lei nº13.722, de 4 de outubro de 2018, da Presidência da República, que tornou obrigatória a capacitação de professores e funcionários da educação básica da rede pública e privada em noções de primeiros socorros.

Após o decreto do Governo Federal, a Educação Municipal intensificou os cursos, aumentou as turmas e firmou parceria com o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (Sesmt) e com o Corpo de Bombeiros que, somente em 2019, formou mais de 1.500 servidores da educação. Para 2020, a previsão é de continuidade das duas frentes de trabalho, tanto do Samu quanto do Sesmt, e a ampliação da quantidade de profissionais formados.

Núbia Alves, da Editoria de Educação e Esporte